sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

espécie de saga (a continuação anunciada)


Hoje, pela sétima vez, dirigi-me ao edifício sede do município com o objectivo de recolher cópia integral dos relatórios de auditoria e anexos respectivos produzidos pela deloitte & associados, sa, no âmbito de um serviço contratado pelo município. Em violação da lei que regula o acesso à documentação das entidades públicas - portanto em ofensa a um direito decorrente de tal lei e consignado a qualquer pessoa -, até à data o requerimento por escrito que apresentei não tinha tido resposta. Fui recebido pela vereadora Lucília Vieira que me informou que a documentação que pretendo ainda não é pública. O que, como não custa perceber, está em consonância com as palavras seguintes do presidente da câmara municipal, “a auditoria foi apresentada em pormenor à câmara municipal e à assembleia municipal como todos sabem” (in notícias de ourém, n.º 3797, 29.outubro.2010, p. 9). Como é que o que o presidente da câmara municipal afirma que já apresentou em pormenor aos órgãos colegiais do município - e está exposto em actas de tais órgãos e foi reportado pela comunicação social - ainda não é público e permanece sob sequestro é que não se percebe. O que se percebe é que uma coisa é a política, outra coisa é o ranço que emana de alguns modos de fazer política. Seja como for, a confirmar-se a informação prestada pela vereadora Lucília Vieira, o que pretendo e requeri chegará às minhas mãos no próximo dia 14, data em que será realizada uma sessão extraordinária da câmara municipal e, pelos vistos, tornará a ser apresentado o que o presidente da câmara municipal já apresentou, tornando uma segunda vez público o que o pessoal do ps no executivo do município pretende que ainda não é público. A coerência e a transparência são tantas que até ofuscam.

8 comentários:

Anónimo disse...

Eles estão no poder para fazerem festas e apanharem as canas dos foguetes. Já se esqueceram do programa eleitoral que levaram a sufrágio e que o povo não se vai esquecer de pedir contas nas próximas autarquicas.

Anónimo disse...

Uma extrondosa vergonha!!!!! Esta auditoria nao serviu para nada! Foram 90 mil euros desperdiçados. Relembro que os resultados deveriam ser apresentados antes do Congresso de Ourém!
O que este executivo prometeu em campanha nao está a ter a capacidade de cumprir. Abram os olhos...

tiago goncalves disse...

vão fazer uma gala para a apresentar?

Anónimo disse...

Muita gente diz com toda a razão que ESTES SÃO IGUAIS AOS OUTROS!!!!!!!!!!!! Nem vergonha tem. Dizem uma coisa e depois fazem outro. E eu a pensar que o tempo dos manhosos manientos já tinha passado. Como se começa a descobrir-lhes a careca fazem tudo para enganar o povinho.

Costa Pereira

Anónimo disse...

São piores!
Afinal ao que parece não serão só 100.000 € para a luzes de natal. O Nazareno diz que serão 50.000 para a pista; as arvores no ano passado foram 35.000; as iluminação será ao nivel de 2008 (+ 35000) serão os preserpios, serão os concertos,serão ... enfim, não esquecer que depois temos o IVA, enfim de certeza que vai ser muito mais. No final façam as contas...

Nuno Tiago

Anónimo disse...

Tambem ja pedi uma copia da auditoria.Nada me foi respondido.Tive um amigo ouriense que dizia "sempre que alguem sobe uma escada fica de costas voltadas para quem fica em baixo".E pena.

Anónimo disse...

Olá Sérgio! Este silêncio nesta espécie de saga já incomoda! Novas?

Pedro Oliveira

Anónimo disse...

Oh Sergio mandaram-te calar? Não te deixes enganar. Prá frente.Verdades cá para fora.